Embraer vende 8 jatos militares à República Dominicana

A Embraer, terceira maior fabricante mundial de aviões comerciais, informou neste sexta-feira que vendeu oito aeronaves militares leves modelo Super Tucano à República Dominicana. A companhia informou que as aeronaves serão usadas pela força aérea do país caribenho em operações de controle antidrogas e patrulha de fronteiras. Em novembro, o Congresso aprovou um empréstimo do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) à República Dominicana, de 93,6 milhões de dólares, para financiar a operação. No ano passado, a Embraer vendeu 12 Super Tucanos à Força Aérea do Chile. A Força Aérea da Colômbia conta com 25 desses aviões em sua frota e o Equador também demonstrou interesse em comprar aviões do tipo. O presidente da Embraer, Frederico Curado, disse em dezembro que espera uma queda nos pedidos de aeronaves para 2009 devido à falta de crédito causada pela crise financeira global. Em novembro, a empresa cortou a estimativa de entrega de aeronaves para 2009 para 270 aviões, ante uma projeção prévia entre 315 e 350.

REUTERS

09 de janeiro de 2009 | 12h15

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASEMBRAERVENDE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.