Embraer vende à Amil jato para resgate médico

A Embraer assinou um contrato para a venda de um jato Phenom 300 para a Amil Assistência Médica. A entrega do avião está prevista para o quarto trimestre de 2011, após a certificação suplementar de tipo e a instalação do pacote especial para resgate médico. Segundo a Embraer, esta é a primeira versão para transporte médico do jato executivo Phenom 300, que entrou em operação no Brasil em maio de 2010.

AE, Agencia Estado

18 de fevereiro de 2011 | 09h04

O avião será operado pela Aeromil, empresa criada em 1993 para administrar o Amil Resgate Saúde, uma estrutura de resgate aéreo e terrestre dedicada ao atendimento de situações de emergência. A nova versão do Phenom 300 será equipada com o sistema PLUS (Patient Loading Utility System), fabricado pela LifePort. O jato será uma verdadeira unidade de tratamento semi-intensivo aérea para pacientes, com dez horas de autonomia de oxigênio, 1 mil watts de potência para equipamentos vitais, sistema de ar comprimido e espaço para ventilador, bomba de injeção de medicamentos, desfibrilador e incubadora neonatal, entre outros itens.

A Embraer será a responsável por toda a integração dos equipamentos à aeronave, o que inclui novo projeto do interior, certificação adicional junto às autoridades aeronáuticas e montagem. A nova configuração da cabine terá espaço para uma maca de resgate na posição horizontal e quatro assentos para a tripulação médica e acompanhantes. Todos os assentos terão um mecanismo de rotação que possibilitará o posicionamento dos assentos mais próximos à maca, de frente para o paciente, facilitando a execução dos procedimentos médicos necessários durante o voo.

Tudo o que sabemos sobre:
aviaçãoaviãojatoEmbraerAmil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.