Roslan Rahman/ AFP
Roslan Rahman/ AFP

EmbraerX assina contrato de serviços com a Jet Flight Service para manutenção de aeronaves

As principais vantagens apontadas pelo provedor estão relacionadas ao ganho de agilidade em casos de reparos em aeronaves, redução do tempo fora de serviço e eliminação de comunicações redundantes

Beth Moreira, O Estado de S.Paulo

31 de janeiro de 2022 | 12h21

A EmbraerX, aceleradora de novos negócios da Embraer, assinou um acordo com a fornecedora global de serviços de reparos e operações Jet Flight Service (JFS) para aumentar a eficiência operacional com a plataforma de manutenção de aeronaves Beacon. O valor do acordo não foi informado.

Em nota, a fabricante brasileira diz que com o crescimento da adoção do Beacon na Europa Central e no Leste Europeu, a JFS decidiu aderir à plataforma, reconhecendo-a como a alternativa mais indicada para melhorar a coordenação durante as operações de manutenção. As principais vantagens apontadas pelo provedor estão relacionadas ao ganho de agilidade em casos de manutenção, redução do tempo fora de serviço, eliminação de comunicações redundantes e aproveitamento de ideias baseadas em dados para melhorar a operação.

“O Beacon é fácil de usar e adotar porque não substitui nenhum dos nossos sistemas. Primeiro, é uma solução de comunicação e, segundo, é uma ferramenta de machine learning que constrói uma base de dados para os técnicos do futuro", explica Kirill Trushkovskiy, diretor geral da Jet Flight Service.

Beacon 

Incubado na EmbraerX, aceleradora de mercado da Embraer para negócios disruptivos, o Beacon é a plataforma de coordenação de manutenção para um retorno mais rápido à operação. É uma plataforma inovadora projetada para conectar e sincronizar recursos da indústria, a cadeia de suprimentos de reposição e profissionais de serviços de aviação de forma mais ágil e eficiente para manter as aeronaves em operação.

O Beacon atende a todos os tipos de aeronaves e aproveita os benefícios da tecnologia para reduzir a complexidade e facilitar a colaboração em um setor pronto para a transformação digital.

 

Tudo o que sabemos sobre:
EmbraeraviaçãostartupEmbraerX

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.