Embraport reforça cabotagem entre NE e Buenos Aires

A Embraport será o terminal do Porto de Santos que vai receber os navios da Log-In que realizam a rota de cabotagem entre Fortaleza, na Região Nordeste, e Buenos Aires, na Argentina. Serão quatro navios que farão escala na Embraport duas vezes por semana, com capacidade de 2.800 TEUs - unidade equivalente a um contêiner de 20 pés. A primeira escala ocorrerá no dia 5 de março, quando o navio Frisia Wismar atracar no terminal.

WLADIMIR D'ANDRADE, Agencia Estado

12 de fevereiro de 2014 | 15h48

Atualmente a cabotagem, que é a navegação entre portos de um mesmo país, é responsável por 11% do volume movimentado no terminal da Embraport, acima dos 9% apurados para todo o Porto de Santos, informou, em nota, o diretor Comercial da empresa, Michael Martins da Silva. O terminal já conta com uma linha de cabotagem de escala semanal, além de duas escalas semanais de longo curso para o extremo oriente e uma escala por semana da rota da CMA-CGM entre a costa leste da América do Sul e o norte da América do Sul e América Central.

A nova rota de cabotagem prevê escala em Suape (PE), Salvador, Vitória, Itaguaí (RJ), Santos, São Francisco do Sul (SC), Rio Grande (RS) e Montevidéu, no Uruguai, além da capital argentina.

A Embraport começou a operar na margem esquerda do Porto de Santos no segundo semestre de 2013. De acordo com a nota da assessoria de imprensa, a companhia espera movimentar neste ano 700 mil TEUs no terminal, montante que representa 60% de sua capacidade atual de 1,2 milhão de TEUs.

Tudo o que sabemos sobre:
Embraportcabotagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.