Emirates recebe seu primeiro A380 e faz pedido de US$13 bi

A companhia aérea Emirates,de Dubai, finalmente recebeu seu primeiro de 58 superjumbosA380 nesta segunda-feira, e retribuiu à fabricante de aeronavesAirbus com mais pedidos no valor total de 13 bilhões dedólares. A estatal Emirates se tornou a segunda companhia aérea aoperar o maior avião de passageiros do mundo depois queproblemas de produção da aeronave atrasarem as entregas entre18 e 24 meses. A aeronave terá 489 assentos, incluindo 14 cabines deprimeira classe, bem como banho e bar para clientes delas e umlounge para passageiros premium, afirmou a companhia aérea. "Tim Clark (presidente da Emirates) é um dos projetistasmais exigentes com os quais já trabalhamos. E isso é uma grandehonra", afirmou o presidente-executivo da Airbus, Tom Enders, àconvidados numa cerimônia na uniade de Hamburgo. A Emirates planeja inaugurar os vôos do A380 ao aeroportoJohn F. Kennedy de Nova York, acescentando o Heathrow deLondres em dezembro e Sydney e Auckland em fevereiro. Cerca de20 aeroportos no mundo são capazes de comportar o gigante A380. A compahia aérea planeja operar uma frota de cinco A380saté março com os 53 restantes até junho de 2013. Ela é de longea maior cliente da aeronave. Até o momento, 16 empresas aéreas fizeram pedidos firmespara 198 A380s, que têm preço tabelado de 327 milhões dedólares, apesar de a fabricante geralmente oferecer descontos. No mês passado a Singapore Airlines recebeu seu quinto A380depois de se tornar a primeira empresa a operá-locomercialmente em outubro de 2007.

JAMES REGAN, REUTERS

28 de julho de 2008 | 10h32

Mais conteúdo sobre:
AEREASEMIRATESA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.