Helena de Guide|Divulgação
Helena de Guide|Divulgação

Empiricus demite 12% dos funcionários e cita maior interesse por renda fixa

Empresa, conhecida pelos relatórios de mercado em investimentos em renda variável, foi comprada pelo BTG em 2021

Lucas Agrela, O Estado de S.Paulo

06 de junho de 2022 | 16h48

A Empiricus, conhecida pelos relatórios sobre opções de investimentos de renda variável, demitiu 12% do seu quadro de funcionários nesta segunda-feira, 6. A empresa não confirma a quantidade exata de pessoas demitidas, mas fontes ouvidas pelo Estadão dizem que o corte afetou cerca de 150 funcionários.

A Empiricus hoje faz parte do grupo BTG Pactual. A compra foi anunciada por R$ 690 milhões, sendo R$ 440 milhões em dinheiro e o restante em ações do BTG, que foram para as mãos dos antigos donos da Empiricus. 

Em nota, a Empiricus confirmou as demissões em empresas que fazem parte do seu grupo. Com a taxa de juros acima dos 12% ao ano, um dos motivos apontados para os desligamentos foi o menor interesse do público por relatórios de renda variável, usados para fazer investimentos na bolsa de valores. 

"Nesta segunda-feira, o Grupo Empiricus anunciou um corte planejado de 12% de pessoal. A redução do quadro foi motivada, principalmente, pela identificação de sinergias entre as equipes que compõem o grupo (Empiricus Research, Vitreo, Real Valor, Money Times e Seu Dinheiro). O momento atual, de maior interesse em renda fixa, também ajudou a balizar a decisão", informou a companhia, em nota.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.