Emprego na zona do euro cai 0,2% no 3º trimestre

O setor de construção registrou a maior queda no período, de 1,5%; no 3º trimestre, eram 146 milhões de empregados na zona do euro, o nível mais baixo desde 2006

Danielle Chaves, da Agência Estado, com informações da Dow Jones,

14 de dezembro de 2012 | 08h35

SÃO PAULO - O número de pessoas empregadas na zona do euro diminuiu 0,2% no terceiro trimestre deste ano, em comparação com o segundo, informou a Eurostat. A mesma queda foi verificada nos 27 países da União Europeia. Os dados são ajustados sazonalmente.

Segundo a Eurostat, havia 146 milhões de pessoas empregadas na zona do euro no terceiro trimestre deste ano - o nível mais baixo desde o primeiro trimestre de 2006 - e 222,6 milhões na UE.

O setor de construção foi o que registrou a maior queda na quantidade de empregados, de 1,5% na zona do euro e de 1,3% na UE.

Na comparação entre o terceiro trimestre deste ano e o mesmo período do ano passado, o número de pessoas com emprego caiu 0,7% na zona do euro e 0,5% na UE.

Tudo o que sabemos sobre:
zona do euroemprego

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.