Empresa de Eike Batista construirá porto no Chile

O empresário Eike Batista construirá um porto no Chile que demandará investimento de 300 milhões de dólares, após conseguir na quarta-feira a aprovação do regulador ambiental, trâmite que estava pendente.

REUTERS

22 de dezembro de 2010 | 21h00

O porto ficará no interior da Hacienda Castilla, norte do país e na mesma região onde o homem mais rico do Brasil tenta conseguir aprovação ambiental para desenvolver um complexo termelétrico milionário que é rejeitado por comunidades locais.

O terminal Castilla considera um período de construção de 24 meses e será operado pela OMX Operações Marítimas, filial do grupo EBX, de Eike Batista.

"O projeto consiste na construção e operação de um porto multipropósito privado de uso público com três locais de atraque", disse a OMX em comunicado.

Pelo novo terminal se poderá embarcar e desembarcar carga geral, granéis sólidos e combustíveis.

(Por Antonio de la Jara)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASEIKECHILE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.