Estadão
Estadão

Empresário acredita que País deve avançar em inovação

No aquecimento para a Feira do Empreendedor, Carlos Souza, do Veduca, fala sobre o mercado de educação

Estadão PME

05 Fevereiro 2015 | 13h39

" SRC="/CMS/ICONS/MM.PNG" STYLE="FLOAT: LEFT; MARGIN: 10PX 10PX 10PX 0PX;Nesta quinta-feira (5), a 'TV Estadão' recebeu o empresário Carlos Souza, idealizador da plataforma de educação online Veduca no aquecimento para a Feira do Empreendedor do Sebrae, que acontece a partir do próximo sábado (7) no Pavilhão Anhembi Parque (SP). Lançado em uma parceria com três sócios, o Veduca oferece hoje cerca de 6 mil aulas de 17 importantes universidades como as brasileiras USP, Unicamp e Unesp e as americanas Harvard, Stanford, Yale e MIT. 

Souza, que já atingiu a marca de 1,5 milhão de pessoas conectadas às videoaulas, com 156.000 usuários cadastrados, acredita que o Brasil está ainda no primeiro passo em direção à  inovação e ainda há muito o que avançar. 

"Estamos no primeiro passo da inovação, que é a cópia.Uma vez que você copiou, precisa adaptar aquilo para a realidade do público. Toda empresa, quando nasce, quer inovar, mas depois estabiliza. O segredo é sistematizar o processo e criar dentro da empresa um ambiente que permita que a inovação surja de baixo para cima, e continuamente", aconselha o empresário. "O grande segredo é colocar a inovação no DNA e nunca estar satisfeito com o status quo."

O período de instabilidade econômica não afeta a confiança de Carlos Souza para 2015. O empresário explica que o principal esforço em um ano difícil é ter caixa o suficiente para não ficar dependente de fatores econômicos externos. 

"Independente de todas as dificuldades que temos na economia, uma das maiores satisfações que temos em trabalhar com a educação é ter um propósito. É querer resolver um problema que acaba sendo a causa-raiz de muitos outros problemas no País", reflete. "No ano difícil, é mais raro encontrar portas abertas para o negócio. Por isso é preciso ser resiliente a todas as dificuldades externas que vão aparecer neste ano."

Nesta sexta-feira, o aquecimento para a Feira do Empreendedor, uma parceria entre o Estadão PME e o Sebrae-SP, recebe o empresário Leo Spigariol, fundador da empresa De Cabrón, que comercializa as pimentas do tipo chipotle com sabores diferentes dos produtos tradicionais, como pimenta e goiaba.

Mais conteúdo sobre:
Sebraeempreendedorismonegócios

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.