Empresários chineses virão a SP para nova rodada de negócios

São Paulo, 25 - Uma missão de empresários e políticos chineses chega ao Brasil no próximo dia 15 para participar, na capital paulista, de uma rodada de negócios. A informação é do presidente da Câmara Brasil-China de Desenvolvimento Econômico (CBCDE), Paul Liu. Ele antecipou que a comitiva será liderada pelo governo da cidade de Shenzen, considera modelo da modernidade chinesa. "Há 15 anos Shenzen era apenas uma ilha de pescadores. Hoje, é exemplo da modernidade da China e é a cidade chinesa com maior PIB", comparou. Na presença da prefeita de São Paulo e candidata pelo PT à reeleição, Marta Suplicy, que hoje apresentou a empresários chineses suas principais propostas para um eventual segundo mandato, Liu afirmou que a rodada de negócios reunirá empresários de dois grandes grupos industriais dos setores farmacêuticos (Grupo Neptunus) e de componentes para equipamentos eletrônicos (Grupo Vacuum Photo-Electronics). A prefeita disse que levar os empresários para conhecer as zonas Leste e Sul. Marta mostrou ainda interesse em firmar convênios com os chineses sobretudo nas áreas de educação, cultura e esportes. O presidente da CBCDE entregou à prefeita uma série de sugestões. Entre elas, a de que os alunos dos Centros Educacionais Unificados (CEUs) aprendam não apenas inglês e francês, mas também mandarim. Segundo dados da CBCDE, estão instaladas em Shenzen mais de 120 mil empresas de setores como alta tecnologia, logística, indústria farmacêutica, informação e finanças. A produção industrial da cidade aumentou 6,5% em comparação a 2003. O volume de importação e exportação está na casa dos US$ 18 bilhões. (Ana Paula Scinocca)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.