Empresas aéreas brasileiras assumem passageiros da BRA

TAM, Gol, Ocean Air e WebJetanunciaram nesta quarta-feira que aceitarão os bilhetes jáemitidos pela BRA para destinos domésticos e internacionais,após a rival ter pedido na véspera à Agência Nacional deAviação Civil (Anac) a suspensão temporária de todos os seusvôos. Em comunicado oficial, a TAM, maior companhia aérea dopaís, afirmou que a medida segue-se a um pedido da própria Anace dependerá da disponibilidade de assentos nos vôos operadospela empresa. A BRA Transportes Aéreos, que enfrenta crise financeira,anunciou na terça-feira a demissão de 1.100 empregados, atotalidade de seus funcionários. Segundo dados da Anac de setembro, a empresa tinha 4,6 porcento do mercado doméstico, ocupando a terceira posição naindústria à frente da Ocean Air, que estava com 2,61 por cento. Já o presidente da Gol, empresa que controla a Varig,Constantino de Oliveira Júnior, afirmou que a Anac não entrouem contato com a companhia, mas que mesmo assim as duasbandeiras vão endossar passagens da BRA. "A BRA continua existindo, tem endereço, e vai ter quehonrar os endossos que estamos fazendo", disse ao serperguntado de como seria o reembolso."A Anac não deu nenhumtipo de garantia, mas assim como nós, quer manter atranquilidade do mercado", concluiu. Segundo o executivo, as empresas estão dando preferência apassageiros que estão retornando aos seus destinos. Procuradapela Reuters, a Anac não soube informar de que maneira oreembolso é garantido em casos como esses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.