Empresas de telefonia móvel não cumprem meta para conexão de dados

No Estado de São Paulo, todas as operadoras ficaram abaixo da meta de eficiência da Anatel; na capital paulista, índice mínimo para banda larga também não foi alcançado pelas companhias

Eduardo Rodrigues, da Agência Estado,

15 de agosto de 2013 | 17h46

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) publicou nesta quinta-feira, 15, o ranking de qualidade das empresas de telefonia móvel até abril em todos os Estados e no Distrito Federal. Nenhuma das cinco companhias atingiram a meta de eficiência para conexão de dados exigida pela Anatel em abril no Estado de São Paulo. Enquanto o órgão regulador coloca como referência uma taxa de 98%, o melhor resultado dentre as operadoras foi obtido pela Claro, com 97,88%, seguida por Oi (97,42%), TIM (96,15%), Vivo (95,86%) e CTBC (95,65%).

Já no quesito completamento de chamadas de voz, a Claro era a única empresa que não estava dentro da meta da Anatel no Estado de São Paulo . Enquanto a agência reguladora exige 95% de eficiência nesse quesito, a operadora registrou 94,11% em abril. A melhor companhia no Estado foi a CTBC, com 98,4%, seguida por Oi (98,26%), Vivo (96,4%) e TIM (96,28%). Todas cumpriram os parâmetros para quedas de chamadas, que toleram até 2% de falhas.

Por outro lado, A TIM não conseguiu cumprir a meta de disponibilidade de rede 3G no Estado. A Anatel tolera até 5% de falhas nas tentativas de conexão na internet móvel de terceira geração, mas a TIM registrou uma taxa de 5,64%. Já Oi (0,63%), Claro (1,58%) e Vivo (2,77%) cumpriram essa meta no Estado. A CTBC só foi avaliada em relação à internet 2G.

A publicação traz a evolução dos resultados das empresas mês a mês até abril, de acordo com dados oriundos dos relatórios trimestrais de fiscalização dos planos de melhoria da qualidade apresentados pelas empresas em agosto do ano passado. Na ocasião, a Anatel suspendeu as vendas de novos chips de celulares por 11 dias para as operadoras com maiores índices de reclamação em cada Estado e no Distrito Federal.

Capital paulista. De acordo com o ranking da Anatel, nenhuma companhia cumpriu a meta de eficiência para internet banda larga exigida para a cidade de São Paulo. Enquanto a Anatel coloca como referência para as conexões de dados uma taxa de 98% de eficiência, o melhor resultado dentre as operadoras na capital paulista foi obtido pela Claro, com índice de 97,79%, seguida por Oi (96,85%), Vivo (96,3%) e TIM (93,22%).

A TIM também não conseguiu cumprir a meta de rede 3G na capital paulista em abril. A Anatel tolera até 5% de quedas nas tentativas de conexão na internet móvel de terceira geração, mas a TIM registrou uma taxa de 7,14%. Já a Claro (1,36%) e a Vivo (2,9%) cumpriram essa meta no município. Os dados apresentados para a Oi no período se referem apenas à internet 2G.

Para as chamadas de voz na capital paulista, todas as operadoras cumpriram a meta de 95% de eficiência exigida pela Anatel.

Tudo o que sabemos sobre:
telefonia móvelAnatel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.