Empresas fazem acordo para produzir caixas eletrônicos

A NCR Corporation e Scopus Tecnologia, subsidiária do Bradesco, anunciaram hoje a formação de uma aliança estratégica para a produção e desenvolvimento de caixas automáticos no Brasil. A Scopus vai assumir uma participação acionária de 49% na NCR Manaus, operação brasileira de fabricação e engenharia da NCR. Simultaneamente, o Banco Bradesco assinou um acordo para 30 mil caixas automáticos, tornando a NCR sua fornecedora preferencial pelos próximos cinco anos, incluindo um pedido inicial de mais de 6 mil caixas da NCR Manaus. Os termos do acordo não foram revelados.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

27 de julho de 2011 | 12h23

A NCR, que também produz caixas registradoras e quiosques self-service em aeroportos e cassinos, registrou uma recuperação da demanda de seus principais clientes de serviços financeiros após uma queda acentuada durante a crise financeira.

Os bancos começaram a investir novamente em nova tecnologia, e as instituições financeiras em mercados emergentes colocaram uma particular ênfase na melhora de seus serviços para acompanhar as economias de rápido crescimento. De acordo com a Retail Banking Research, o mercado de caixas automáticos no Brasil deverá crescer 27% até 2015.

A NCR abriu uma unidade manufatureira em Manaus em 2009 e no início deste ano reorganizou seu modelo de cobertura para varejistas brasileiras. O executivo-chefe da NCR, Bill Nuti, classificou o acordo com o Bradesco como "transformador". Embora o acordo tenha inicialmente como alvo a indústria de serviços financeiros, o executivo disse que a NCR e Scopus Tecnologia também estudam expansão para outras linhas de negócios. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.