Enel financia US$ 200 mi para gerar mais energia eólica

A Enel Brasil Participações, subsidiária do grupo Enel Green Power, assinou um contrato de empréstimo de US$ 200 milhões com a International Finance Corporation (IFC), braço financeiro do Banco Mundial, para a geração de mais de 300 MW de energia eólica nos Estados da Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

LETÍCIA AUTRAN, ESPECIAL PARA A AGÊNCIA ESTADO, Agencia Estado

15 de maio de 2014 | 16h37

O empréstimo de 10 anos é o primeiro do grupo com um membro do Banco Mundial e faz parte de um plano de investimento de longo prazo para aumentar a oferta de geração de energia eólica e sustentável no País. No Brasil, a Enel Green Power detém 173 MW de capacidade de energia eólica e 93 MW de capacidade hídrica, assim como 331 MW de projetos em execução.

"Este investimento ajuda a acelerar o desenvolvimento do setor de energia renovável no Brasil e, ao mesmo tempo, a expandir a oferta de eletricidade em um momento crítico", afirmou o gerente do IFC no Brasil, Hector Gomez Ang. "Acesso à geração de energia confiável de fontes diversificadas é um componente chave da competitividade e do crescimento sustentável econômico e social do Brasil no longo prazo."

Tudo o que sabemos sobre:
Enelenergia eólicafinanciamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.