Equatorial e CPFL fecham compra do Grupo Rede por R$ 1

Empresas farão os investimentos necessários para a recuperação operacional e financeira do grupo, inclusive das distribuidoras que se encontram sob intervenção da Aneel

Agência Estado

19 de dezembro de 2012 | 20h05

A Equatorial Energia fechou nesta quarta-feira a compra do controle do Grupo Rede Energia. O controlador do Grupo Rede, Jorge Queiroz de Moraes Junior, vendeu suas participações direta e indireta na empresa por R$ 1,00.

Sob os termos do contrato assinado, a Equatorial e a CPFL farão os investimentos necessários para a recuperação operacional e financeira das sociedades do Grupo Rede, inclusive das distribuidoras do grupo que se encontram sob intervenção da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Esses investimentos serão realizados por meio de estrutura ainda a ser definida e que depende da evolução de certas condições, informou a Equatorial em comunicado. Entre essas condições estão a anuência prévia da Aneel, com o consequente fim das intervenções, a aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), e a aprovação do plano de recuperação judicial por credores do Grupo Rede e das demais sociedades do grupo em recuperação judicial.

Tudo o que sabemos sobre:
EquatorialGrupo Rede

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.