Equatorial poderá reverter indenizações em investimentos

A Equatorial poderá utilizar as compensações e indenizações devidas aos consumidores da Centrais Elétricas do Pará (Celpa) por descumprimento dos indicadores de qualidade como investimentos para melhorar o serviço de distribuição. Assim, em vez de dar desconto aos consumidores pela má qualidade do serviço, a Equatorial poderá aplicar esses valores em investimentos. A decisão foi tomada nesta terça-feira pela diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

ANNE WARTH, Agencia Estado

30 Outubro 2012 | 12h13

A proposta fazia parte do plano de transição de controle da Celpa para a Equatorial, aprovado em 18 de setembro, mas teve de ser submetida a audiência pública. A proposta valerá de 29 de fevereiro deste ano, data em que a Justiça aceitou pedido de recuperação judicial da companhia, até 2015, quando será feita a revisão tarifária da empresa. O órgão regulador vai monitorar a aplicação desses recursos.

"A proposta de reverter as compensações não pagas em investimentos é coerente", afirmou o relator da proposta, Romeu Rufino, ressaltando que o objetivo é proporcionar condições favoráveis à recuperação judicial da empresa.

Mais conteúdo sobre:
Aneelreunião

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.