Espanha corta mais gastos e aumenta imposto corporativo

Jornal espanhol destaca que, no geral, o governo pretende implementar um corte de € 27,3 bilhões

Danielle Chaves, da Agência Estado,

30 de março de 2012 | 10h50

O governo da Espanha apresentou seu plano para o orçamento deste ano, que será o "maior esforço de consolidação fiscal da democracia", segundo as palavras do ministro da Fazenda espanhol, Cristóbal Montoro, citado pelo jornal El País. O jornal destaca que, no geral, o governo pretende implementar um corte de € 27,3 bilhões.

Entre as medidas anunciadas, a Espanha vai reduzir os gastos dos ministérios em 16,9%, dois pontos porcentuais acima da estimativa anunciada anteriormente pelo primeiro-ministro Mariano Rajoy. O governo também confirmou que os salários dos servidores públicos permanecerão congelados, como havia sido decidido no fim do ano passado. Outra medida anunciada hoje é um planejado aumento do imposto de renda das empresas. 

Tudo o que sabemos sobre:
Espanhaorçamentoimposto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.