Espanha prorroga benefício para desempregados por mais 6 meses

Desempregados que usaram todo o seu subsídio e cadastraram-se para programas de treinamento podem reivindicar € 426 por mês

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

20 de agosto de 2010 | 10h30

O governo da Espanha aprovou um plano para prorrogar por seis meses os benefícios para os trabalhadores desempregados, com efeito imediato.

As pessoas desempregadas que usaram todo o seu subsídio de desemprego e cadastraram-se para programas de treinamento podem reivindicar € 426 (US$ 540,93) por mês.

O esquema foi iniciado no ano passado. No final de julho, 615 mil pessoas tinham recebido o subsídio. O prolongamento do benefício custará ao Estado € 420 milhões nos próximos seis meses.

"O governo entende que esse programa terá de ser prorrogado por que ele está cumprindo com o seu objetivo", afirmou o ministro do Trabalho espanhol, Celestino Corbacho, depois de um reunião governamental.

A taxa de desemprego da Espanha está em 20%, o dobro da média da taxa de desemprego na União Europeia.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Espanhadesempregobenefícios

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.