'Espero que Senado recupere proposta original', diz Temer sobre royalties

Presidente da Câmara defende distribuição proposta pelo líder do PMDB na casa, Henrique Eduardo Alves (RN)

Bruno Boghossian, da Agência Estado,

22 de março de 2010 | 13h51

O presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), afirmou que espera que o Senado recupere a proposta original de redistribuição dos royalties do petróleo, apresentada pelo líder de seu partido na casa, Henrique Eduardo Alves (RN), antes da emenda elaborada dos deputados Ibsen Pinheiro (PMDB-RS) e Humberto Souto (PPS-MG).

 

Alves apresentou, no ano passado, relatório que aumentava o valor distribuído a Estados e municípios não-produtores, mas que mantinha uma parcela maior de pagamentos às unidades produtoras.

 

"Foi uma proposta acordada, inclusive, com o Estado do Rio de Janeiro, com o governador Sérgio Cabral e com o governador (do Espírito Santo) Paulo Hartung", disse Temer.

 

O presidente da Câmara esclareceu que não acolheu a emenda redigida por Pinheiro e Souto - que propõe a distribuição igualitária entre Estados e municípios -, mas que um recurso permitiu a apresentação da proposta ao plenário e sua votação.

 

"Foi uma lástima que na Câmara (a proposta) tenha sido modificada por força de uma emenda. Espero que o Senado recupere o relatório do líder Henrique Alves, que fez uma boa divisão dos royalties, não ensejando nenhuma dificuldade para os Estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.