Estoque de café nas cooperativas aumenta 12,5% em outubro

São Paulo, 16 - O estoque de café beneficiado nas cooperativas brasileiras alcançou 7.888.768 sacas de 60 quilos em 31 de outubro. O resultado representa aumento de 3,3% em relação ao mês anterior (7.634.849 sacas). Na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando os estoques eram de 7.013.449 sacas, houve elevação de 12,5%, segundo levantamento divulgado hoje pelo Conselho Nacional do Café (CNC). De acordo com o CNC, o recebimento de café nas cooperativas totalizou 1.258.323 sacas em outubro, volume 103,1% superior ao mesmo mês de 2003 (619.409). O volume de café comercializado pelas cooperativas em outubro foi de 1.004.404 sacas, desempenho 9,5% inferior ao de outubro/03 (1.110.165 sacas). O CNC informa, ainda, que o recebimento acumulado na safra 2004/05 é de 9.840.143 sacas, volume 57,7% superior ao mesmo período da safra anterior 2003/04 (6.238.504 sacas) e 21,5% inferior ao mesmo período da safra colhida em 2002, último de ciclo alto (12.540.347 sacas). O CNC esclarece que, apesar da recuperação dos preços internacionais do produto, é grande a apreensão dos produtores nas diversas regiões cafeeiras. Segundo o CNC, os custos estão em nível elevado e o financiamento de custeio do Funcafé ainda não foi liberado. Por fim, o CNC recomenda que esse quadro geral deve ser levado em conta pelo governo na formulação de políticas públicas para o setor no decorrer dos próximos meses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.