Estoques de petróleo da China crescem 1,2% em março

No total, estoques somam 28,54 milhões de toneladas, ou cerca de 209,2 milhões de barris

Marcílio Souza, da Agência Estado,

22 de abril de 2010 | 11h23

Os estoques comerciais de petróleo bruto da China aumentaram 1,2% em março ante fevereiro, para 28,54 milhões de toneladas, ou cerca de 209,2 milhões de barris, depois que as importações subiram para 4,98 milhões de barris por dia, informou a Xinhua. A agência de notícias destacou que o dado exclui o petróleo que a China mantém em suas reservas estratégicas.

 

O governo do país não publica oficialmente dados sobre estoques de petróleo bruto. A reportagem da agência cita números da plataforma de informação financeira Xinhua08.

 

A agência informou também que os estoques de produtos de petróleo, incluindo gasolina, diesel e querosene, caíram 5,8%, para 18,54 milhões de toneladas ao final de março. Os estoques de gasolina diminuíram 2%, para 6,25 milhões de toneladas, e os de diesel recuaram 8,2%, para 10,58 milhões de toneladas. Os estoques de querosene diminuíram 3,4%, para 1,71 milhão de toneladas.

 

As 18 maiores refinarias da China aumentaram suas taxas de operação médias em abril para 90,5%, muito acima do nível de 81,9% de março e também dos 85,1% de fevereiro, quando as unidades refinaram um volume recorde de 8,35 milhões de barris por dia, de acordo com cálculos da Dow Jones baseados em informações fornecidas pelo portal de energia Jcache. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoChinaestoque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.