Estoques de petróleo dos EUA caem com recuo das importações, diz AIE

Os estoques de petróleo nos EUA caíram 1,756 milhão de barris, contra uma expectativa de queda de 1,711 milhão

REUTERS

06 de agosto de 2014 | 14h05

Os estoques de petróleo dos Estados Unidos caíram na semana passada com um recuo acentuado das importações, enquanto uma menor produção de produtos refinados contribuiu para uma forte e surpreendente queda no total armazenado de gasolina e de derivados, mostraram dados da Administração de Informação de Energia (AIE) nesta quarta-feira.

Os estoques de petróleo nos EUA caíram 1,756 milhão de barris, contra uma expectativa de queda de 1,711 milhão, e as importações pelos EUA caíram 181 mil barris por dia, disse a AIE.

Por sua vez, os estoques de petróleo em Cushing, Oklahoma, ponto de entrega da commodity, subiram 83 mil barris.

Já os estoques de gasolina nos EUA caíram 4,387 milhões de barris, contra uma expectativa de aumento de 300 mil barris.

Os estoques de derivados de petróleo, que incluem diesel e óleo de aquecimento, tiveram recuo de 1,798 milhão de barris, enquanto a pesquisa da Reuters apontava aumento de 878 mil barris.

"As quedas em gasolina e destilados são impressionantes, e a redução adicional dos estoques de petróleo deve ajudar a apoiar o complexo", disse o sócio da Again Capital LLC, em Nova York, John Kilduff.

Os preços do petróleo Brent ampliaram alta brevemente após os dados, com o petróleo nos EUA subindo acima de 98 dólares.

Por volta das 13h45 (horário de Brasília), os futuros nos EUA operavam em leve baixa, abaixo de 98 dólares, e os do Brent tinham ligeira alta, a 104,97 dólares.

(Reportagem de Jonathan Leff, Robert Gibbons, Anna Sussman, Lorenzo Ligato e Edward McAllister)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAESTOQUESEUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.