EUA dizem que OMC apoia taxas punitivas sobre importações da China

Segundo os EUA, decisão pode ser contestada por qualquer um dos lados em 60 dias

Álvaro Campos, da Agência Estado,

22 de outubro de 2010 | 14h36

Os Estados Unidos afirmaram que obtiveram uma grande vitória sobre a China na Organização Mundial do Comércio (OMC). Segundo os norte-americanos, a organização apoiou o direito do país de impor taxas sobre as importações chinesas que são alvo de dumping ou recebem subsídios.

Os EUA, que têm imposto taxas punitivas sobre dezenas de produtos chineses nos últimos anos, disseram que um comitê de resolução de disputas da OMC concordou com a aplicação de tais medidas contra países que não têm uma economia de mercado, como a China.

"Essa é uma vitória significativa para os trabalhadores e empresas norte-americanos afetados pelos produtos importados da maneira injusta", comentou em um comunicado Ron Kirk, representante de Comércio Exterior dos EUA. Ele prometeu que a administração do presidente Barack Obama "vai defender vigorosamente a aplicação das nossas leis de reparação de comércio".

Segundo os EUA, a decisão do comitê, que pode ser contestada por qualquer um dos lados dentro do prazo de 60 dias, também condenou a China em uma "ampla maioria" de questões materiais e processuais que foram questionadas.

A China levou o caso à OMC em setembro de 2008, quando um grande número de empresas norte-americanas estava registrando pedidos de assistência por causa das importações chinesas. As taxas específicas que a China questionou envolvem produtos como tubos cilíndricos soldados, tubos retangulares de categoria leve e sacos de tecido laminados. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaEUAOMCimportaçãotaxas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.