Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
EFE
EFE

EUA exigem venda da CNN para aprovar acordo entre AT&T e a Time Warner

Imposição foi feita por reguladores antitruste do Departamento de Justiça americano; movimento inesperado lança dúvidas sobre o acordo de US$ 85,4 bilhões

Reuters

09 de novembro de 2017 | 09h42

Os reguladores antitruste dos Estados Unidos querem que a AT&T venda a controladora da CNN ou a unidade de TV por satélite DirecTV antes que permitam que a operadora de telecomunicações compre a companhia de mídia Time Warner.

+ HBO é multada por exibir conteúdo 'adulto' em horário impróprio

O movimento inesperado do Departamento de Justiça dos EUA lançou novas dúvidas sobre o acordo de 85,4 bilhões de dólares que foi anunciado em outubro de 2016. As ações da Time Warner encerraram em queda de 6,5%.

Uma fonte do Departamento de Justiça disse à Reuters que a AT&T ofereceu vender apenas a CNN, em vez de toda a Turner Broadcasting, mas a divisão antitruste do Departamento de Justiça, que está revisando o acordo, rejeitou a proposta.

Em comunicado, o presidente-executivo da AT&T Randall Stephenson negou as alegações. “Durante o processo, eu nunca ofereci uma venda da CNN e não tenho intenção de fazê-lo”.

A AT&T está preparada para lutar contra desinvestimentos exigidos para vencer a aprovação regulatória do acordo, de acordo com fontes familiarizadas com o assunto./ REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.