Embraer
Embraer

Embraer informa que Acciona investirá US$ 30 mi em empresa de ‘carro voador’ Eve

O negócio vem após projeto para desenvolver ecossistema de mobilidade aérea sustentável; parceria também beneficiará novas iniciativas industriais no desenvolvimento de um ambiente aéreo "verde"

Victoria Netto e Beth Moreira, O Estado de S.Paulo

18 de março de 2022 | 11h00

A Eve UAM, uma empresa da Embraer, e a Acciona, empresa que atua no fornecimento de soluções regenerativas para uma economia de baixo carbono, anunciaram nesta sexta-feira, 18, uma parceria estratégica para acelerar o desenvolvimento de um ecossistema de mobilidade aérea urbana global e sustentável. Pela parceria, após a combinação de negócios da Eve com a Zanite Acquisition Corp., a Acciona investirá US$ 30 milhões, juntando-se ao grupo de investidores que apoiam o desenvolvimento da Eve e de seu plano de negócios.

Como parte do acordo, José Manual Entrecanales, presidente e CEO da Acciona, se tornará um dos sete membros do Conselho de Administração após a listagem da Eve na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), que está prevista para acontecer no segundo trimestre de 2022. “Manter as emissões de carbono das áreas urbanas sob controle é um dos maiores desafios do processo de descarbonização em que todos estamos engajados”, afirma Entrecanales.

A parceria também beneficiará novas iniciativas industriais no desenvolvimento de um ecossistema de mobilidade aérea sustentável, incluindo vertiportos, contratos de compra de energia, soluções de carregamento de bateria e manuseio.

Listagem

Após o fechamento da transação com a Zanite, a Zanite mudará seu nome para Eve Holding, Inc. e espera-se que as ações ordinárias e opções da Eve sejam negociadas na bolsa de valores de Nova York (NYSE) sob os novos códigos “EVEX” e “EVEXW”, e a Eve se tornará uma subsidiária integral da Eve Holding.

A combinação de negócios com a Zanite estima que a Eve tenha um valor empresarial implícito de US$ 2,4 bilhões e a Embraer permanecerá como acionista majoritária com uma participação acionária de aproximadamente 82% na Eve Holding após o fechamento da combinação de negócios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.