Executivo deixa GM após desenvolver carro elétrico

Segundo o jornal 'The Detroit News', diretor deixa a GM para criar sua própria empresa de consultoria

Efe,

30 de setembro de 2009 | 13h57

Bob Kruse, o principal responsável pelo primeiro veículo elétrico da General Motors, o Chevrolet Volt, deixou a montadora meses antes de o modelo começar a ser produzido em larga escala, informou nesta quarta-feira, 30, o jornal "The Detroit News". Kruse, de 50 anos, era o diretor-executivo de engenharia de veículos híbridos, elétricos e baterias desde 2008. Ele sai da GM para criar sua própria empresa de consultoria, a E. V. Consulting, destacou a publicação.

 

A empresa do executivo ajudará empresas a captar parte dos mais de US$ 1,3 bilhão que o Governo dos Estados Unidos destinou à promoção dos veículos alternativos no país. Em declarações ao "Detroit News", Kruse afirmou que sua saída da GM não está relacionada com a visão que tem "sobre o futuro sucesso do Volt".

 

A montadora, por sua vez, disse que o programa Volt, no qual a GM depositou grande parte de seu futuro, não depende apenas de uma pessoa. Kruse será substituído no cargo por Micky Bly, que desde o começo também esteve envolvido no desenvolvimento do Volt.

 

A GM quer começar a produzir o Chevrolet Volt em novembro de 2010. O veículo se movimenta com energia elétrica armazenada em baterias de lítio-íon, que conferem ao modelo uma autonomia de pouco mais de 60 quilômetros. Os estudos da GM indicam que essa é a distância média que o motorista americano percorre por dia.

Tudo o que sabemos sobre:
GMcarro elétrico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.