Executivos do Deutsche Bank estreiam com lucro menor

O Deutsche Bank informou na terça-feira que pode registrar uma queda brusca e inesperada no lucro líquido do segundo trimestre e advertiu que não deve cumprir com as expectativas anteriores do mercado para o ano todo. A notícia marca a estreia dos novos executivos da empresa, Anshu Jain e Juergen Fitschen.

PATRÍCIA BRAGA, Agencia Estado

24 de julho de 2012 | 16h03

Sob a direção dos novos executivos, que substituíram Josef Ackermann em junho, o Deutsche Bank surpreendeu o mercado ao publicar resultados preliminares do segundo trimestre uma semana antes. O banco disse que espera queda no lucro líquido de 700 milhões de euros, devido ao enfraquecimento da moeda europeia ante o dólar e a libra. O resultado ficará abaixo do lucro líquido de 1,2 bilhão de euros em igual período do ano passado. Os dados também serão inferiores à previsão de analistas, de 963 milhões de euros de lucro líquido.

Em geral, os bancos divulgam resultados preliminares quando se diferem substancialmente das estimativas. O Deutsche anunciará os resultados do segundo trimestre em 31 de julho.

No comunicado desta terça-feira, o banco relatou que os resultados desapontadores se devem principalmente à competição e ao euro fraco, que elevou os custos nas operações do Deutsche no Reino Unido e Estados Unidos. As despesas fora juros cresceram para 6,6 bilhões de euros no trimestre passado, acima dos 6,3 bilhões de euros no ano anterior, informou a instituição.

Os resultados foram divulgados perto do fechamento dos mercados na Europa. As ações do Deutsche, após subirem inicialmente, fecharam em queda de 0,2%, a 23,47 euros. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Deutsche Bankbalançoprevisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.