Exportação de carne do Brasil deve crescer 10% em 2005, diz USDA

São Paulo, 25 - O Brasil deve exportar 1,62 milhão de toneladas de carne bovina em 2005, volume 10,2% maior que neste ano, de acordo com estimativa do Serviço Agrícola Internacional (FAS) do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Com isso, o país vai manter o primeiro lugar na lista dos maiores exportadores do produto no mundo. Em segundo lugar virá a Austrália, com 1,3 milhão de toneladas, a mesma quantidade que deve ser vendida em 2004, calcula do FAS. Já os Estados Unidos deverão exportar 272 mil toneladas de carne bovina, 35% mais que as 202 mil t de 2004, mas um volume ainda bem inferior ao de 2003, quando suas vendas chegaram a 1,143 milhão de toneladas. As exportações americanas despencaram depois que o país encontrou um caso de doença da vaca louca em seu rebanho, em dezembro de 2003. No lado dos importadores, os EUA vão figurar como o maior comprador mundial de carne de boi com 1,66 milhão de t, aumento de 2% em 2005. A Rússia virá em segundo lugar com 650 mil t, o mesmo volume de 2004. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.