Exportações do grupo Marfrig somam US$ 1,3 bilhão até maio

Na comparação com o mesmo período do mês anterior, resultado foi 48,5% maior; Seara acumulou maior receita cambial do grupo, de US$ 654,442 milhões

Suzana Inhesta, da Agência Estado,

27 de junho de 2011 | 19h42

O grupo Marfrig informou, nesta segunda-feira, 27, que as exportações totais do grupo somaram US$ 1,3 bilhão no acumulado do ano até maio. O resultado foi 48,5% maior do que os US$ 875,533 milhões do mesmo período de 2010. Além da própria Marfrig e da Seara, os números contemplam os embarques efetuados pelas outras empresas do grupo, como a Pampeano, a Braslo, a Agrofrango, a da DaGranja, o frigorífico Mabella e a Penasul Alimentos, segundo dados enviados à Agência Estado.

A Seara, conforme dados da companhia, acumulou a maior receita cambial do grupo, de US$ 654,442 milhões nos cinco primeiros meses do ano. Na sequencia aparecem a Marfrig, com US$ 399,172 milhões; Mabella, com US$ 77,750 milhões; Penasul, com US$ 55,401 milhões; Pampeano, com US$ 50,581 milhões e Agrofrango, com US$ 36,959 milhões. A Braslo teve receita de US$ 14,803 milhões e a DaGranja, US$ 11,486 milhões.

Na análise dos números de maio, o grupo Marfrig exportou um total de US$ 283,773 milhões, sendo US$ 151,833 milhões oriundos de vendas no exterior de itens da Seara; US$ 81,095 milhões da Marfrig; US$ 14,410 milhões da Pampeano; US$ 12,306 milhões do Mabella; US$ 11,015 milhões da Penasul; US$ 9,230 milhões da Agrofrango; US$ 2,149 milhões da Braslo e US$ 1,731 milhão da DaGranja.

Tudo o que sabemos sobre:
MAFRIGLUCROEXPORTAÇÕES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.