EFE
EFE

Família Ferrari nega venda de ações da empresa para a Fiat

Piero Ferrari, filho do fundador da empresa de carros esportivos de luxo, diz que família não tem interesse em se desfazer de ações

REUTERS

18 Fevereiro 2015 | 14h11

Piero Ferrari, filho do fundador da empresa homônima de carros esportivos de luxo Enzo Ferrari, disse nesta quarta-feira que não tinha intenção de vender a participação de 10 por cento que sua família detém na empresa.

"Eu nunca vendi e eu não tenho nenhuma intenção de fazê-lo", disse Ferrari a jornalistas em um evento.

A montadora Fiat Chrysler Automobiles pretende concluir a separação e oferta pública inicial da Ferrari neste ano, sujeito a aprovações regulatórias, disse o presidente-executivo da FCA, Sergio Marchionne, no mês passado.

Marchionne disse em outubro que iria desmembrar a Ferrari do grupo, vender uma participação de 10% através de uma oferta pública e distribuir o restante da participação da FCA a seus acionistas.

(Reportagem de Elisa Anzolin)

Mais conteúdo sobre:
AUTOS FERRARI PARTICIPACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.