Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Fatores técnicos favorecem recuperação de Wall Street

As bolsas de valores dos Estados Unidos se recuperaram na quarta-feira, quebrando uma série negativa de quatro dias.

LEAH SCHNURR, REUTERS

25 de agosto de 2010 | 18h25

A caça a oportunidades de compra após os principais índices atingirem suportes técnicos ajudou a ofuscar fracos dados macroeconômicos.

O Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, avançou 0,20 por cento, para 10.060 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq subiu 0,84 por cento, para 2.141 pontos. O Standard & Poor's 500 ganhou 0,33 por cento, para 1.055 pontos.

Na mínima, o S&P 500 recuou 1 por cento, depois de dados mostrarem que as vendas de novas moradias no país recuaram em julho ao menor ritmo já visto. Também no mês passado as encomendas de bens duráveis subiram bem menos que o previsto.

Mas o viés positivo ganhou força ao longo da sessão. O índice S&P 500 chegou a recuar abaixo dos 1.040 pontos, nível considerado suporte técnico, o que levou investidores a enxergar oportunidades de compra.

"No geral, o mercado ainda está muito cauteloso", disse Quincy Krosby, estrategista de mercado da Prudential Financial, em Newark, Nova Jersey.

"Até vermos uma série de dados realmente positivos, esse mercado vai continuar vulnerável."

As ações do setor de saúde, que figuram entre as menos sensíveis às oscilações da economia, tiveram uma performance melhor que a do mercado no geral.

Coventry Health Care avançou 4,5 por cento, enquanto o índice de saúde do S&P subiu 1 por cento.

As construtoras também ganharam, mesmo com os fracos relatórios, depois que a Toll Brothers superou as expectativas ao divulgar o primeiro lucro trimestral em três anos.

Os papéis da Toll se valorizaram 5,8 por cento. O índice Dow Jones para as construtoras avançou 3,7 por cento.

O segmento financeiro também diminuiu as perdas, após o índice bancário KBW --que fechou em baixa de 0,4 por cento-- tocar o menor nível do ano.

O Nasdaq teve um desempenho melhor que os outros dois principais índices, impulsionado pela alta de 1,2 por cento nas ações da Apple. A empresa disse que fará uma coletiva de imprensa no início de setembro, alimentando expectativas de que anuncie o novo modelo de iPod.

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHAATUALIZA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.