Faturamento do varejo deve crescer 5,5% em dezembro

Para o mês de janeiro, a projeção do setor é de expansão de  4,8%

Rodrigo Petry, da Agência Estado,

22 de dezembro de 2011 | 15h15

SÃO PAULO - As principais redes varejistas projetam um crescimento real, descontada a inflação, de 5,5% para as vendas do mês de dezembro, de acordo com o Índice Antecedente de Vendas (IAV), elaborado pelo Instituto para o Desenvolvimento do Varejo (IDV).

Para o mês de janeiro, os associados ao IDV, que representam 35 empresas dos diversos ramos do setor, projetam aumento de 4,8%, enquanto para fevereiro a previsão é de incremento de 4,2%; ambos sobre o mesmo mês do ano imediatamente anterior.

As empresas do segmento de bens não-duráveis projetam crescimento de 4,2% em dezembro, 3% em janeiro e 1,8% em fevereiro de 2012. O segmento de bens semiduráveis prevê aumento de 4% das vendas em dezembro, 4,2% em janeiro e 4,8% em fevereiro. Já o varejo de bens duráveis prevê altas de 9,4% em dezembro, 9,1% em janeiro e 8,9% e fevereiro.

Tudo o que sabemos sobre:
FATURAMENTOVAREJODEZEMBRO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.