Febraban prevê alta do crédito em 15,9% em 2012

Segundo a Federação, a inadimplência acima de 90 dias deve apresentar alta de 5,4% no período

Wladimir D'Andrade, da Agência Estado,

26 de julho de 2012 | 10h32

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) acredita que o saldo das operações de crédito deve fechar o ano com crescimento de 15,9% na comparação com 2011, enquanto a inadimplência acima de 90 dias deve apresentar alta de 5,4% no período (ante projeção de 5,3% feita em junho). Para 2013, a expectativa de crescimento do crédito e da inadimplência é, respectivamente, de 15,8% e 5%.

A pesquisa de julho mostra poucas mudanças nas expectativas para o setor bancário feita pelas instituições consultadas, com variações de, no máximo, 0,1 ponto porcentual sobre a consulta realizada em junho. A projeção de 2012 das operações de crédito com recursos livres passou de crescimento de 14,8% para 14,9% no período. A expectativa de avanço das operações de crédito voltadas para pessoas físicas ficaram em 14,9%, ante 14,8% na pesquisa anterior, mesmo nível e igual variação registrados na projeção para o crédito a pessoas jurídicas.

A pesquisa aponta ainda que as operações de crédito com recursos direcionados deve terminar o ano, segundo as instituições consultadas, com alta de 17%. "Não achamos que houve nenhum evento novo significativo para o mercado de crédito que já não tivesse sido 'precificado' pelos analistas", afirma a Febraban, em nota distribuída à imprensa.

2013

Também houve poucas alterações nas previsões para o setor bancário em 2013. O saldo das operações de crédito deve encerrar o ano que vem com crescimento de 15,8% (ante 15,7% projetados em junho), o crédito com recursos direcionados em alta de 16,5% (estabilidade) e o com recursos livres em 14,9% (ante 14,8%), enquanto no crédito para pessoas físicas a expectativa é de avanço de 14,8% (ante 14,7%) e para pessoas jurídicas, de 15% (ante 14,9%). A inadimplência projetada para 2013 é de alta de 5%, o mesmo porcentual esperado na leitura anterior. 

Tudo o que sabemos sobre:
CréditoFebraban

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.