Fed dá detalhes dos próximos testes de estresse em bancos os EUA

Testes incluirão uma avaliação sobre a capacidade dos bancos de resistir a um choque financeiro europeu

Agência Estado,

22 de novembro de 2011 | 20h50

O Federal Reserve norte-americano divulgou os planos para os testes de estresse anuais a que os bancos dos EUA deverão se submeter; eles incluirão uma avaliação sobre a capacidade dos bancos de resistir a um choque financeiro europeu.

Segundo o Fed, os bancos terão até 9 de janeiro de 2012 para submeter seus planos para os testes de estresse; serão testados os 19 bancos já submetidos a um exame similar no começo deste ano e outros 12, com ativos totais combinados de US$ 50 bilhões, que não foram testados até agora.

Ao fim dos testes, o Fed deverá divulgar suas estimativas de receita, perdas e taxas de capital para os 19 maiores bancos.

De acordo com o Fed, os bancos terão de testar sua capacidade de resistir num cenário de uma nova recessão, que começaria no fim deste ano, com um salto da taxa de desemprego dos EUA para 13% no começo de 2013 e "uma queda significativa na atividade econômica e no emprego, acompanhada por um declínio notável na atividade econômica global".

Além disso, os seis maiores bancos terão de estimar suas perdas potenciais a partir de um choque global nos mercados similar ao ocorrido no fim de 2008, mas focalizado nos mercados de bônus europeus e no setor financeiro daquela região.

O Fed acrescentou que só permitirá que os bancos paguem dividendos aos acionistas se eles tiverem demonstrado que são financeiramente saudáveis. O Fed disse que "aprovará aumentos de dividendos ou outras distribuições de capital somente para as companhias cujos planos de capital forem aprovados pelos supervisores e forem capazes de demonstrar vigor financeiro suficiente".

As informações são da Dow Jones. (Renato Martins)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.