Fed se mostrou mais pessimista sobre EUA e Europa, diz analista

Para estrategista da corretora BTIGl, fala do BC norte-americano sobre 'tensões nos mercados financeiros globais' faz alusão aos atuais problemas na Europa

Álvaro Campos e Regina Cardeal, da Agência Estado,

21 de setembro de 2011 | 16h12

O estrategista Dan Greenhaus, da corretora BTIG, ressaltou que o Fed citou "riscos significativos de baixa para a perspectiva econômica", mostrando que a projeção do banco central para a economia dos EUA está mais pessimista. No mês passado, o Fed afirmou que os riscos para baixo "haviam aumentado".

Outro ponto pessimista do comunicado divulgado nesta quarta-feira, 21, pelo Fed fala sobre as "tensões nos mercados financeiros globais", que Greenhaus considera como "uma clara referência aos problemas da Europa".

Segundo o estrategista de hipotecas Walter Schmidt, da FTN Financial, decisão do Fed de reinvestir recursos obtidos com dívidas de agências e títulos lastreados em hipotecas que estão vencendo em ativos hipotecários é uma surpresa. De acordo com ele, a diferença entre os juros de títulos lastreados em hipotecas e os juros dos Treasuries está diminuindo após o anúncio. Isso pode ser bom para o mercado de hipotecas, se o efeito durar.

A decisão do Fed surpreendeu muitos operadores e analistas, que esperavam apenas a compra de Treasuries por parte do banco central. Além de reinvestir em MBS, o Fed também divulgou que vai aumentar a fatia de Treasuries de longo prazo em seu balanço em US$ 400 bilhões até junho de 2012, numa tentativa de baratear o crédito e estimular o investimento. As informações são da Dow Jones.

(Texto atualizado às 16h45)

Tudo o que sabemos sobre:
fedmedidaspessimismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.