Fiat amplia demissões temporárias em fábrica na Itália-sindicato

A montadora italiana Fiat aprovou planos para continuar as demissões temporárias na fábrica de Melfi, onde produz o modelo Punto, parando a produção de 17 de outubro a 6 de novembro e novamente em 9 de novembro, afirmou nesta quinta-feira um sindicato trabalhista.

Reuters

20 de setembro de 2012 | 14h29

De cada cinco dias utéis, os operários da Melfi geralmente ficam em casa dois dias. A unidade está parada desde 14 de setembro e o fechamento vai durar até 25 de setembro. A Melfi fica em Basilicata, uma das regiões mais pobres da Itália.

O representante local do sindicato UGL, Giuseppe Giordano, teme um possível fechamento da fábrica, "em um momento no qual podemos enfrentar o fim da produção automotiva em nossa região", afirmou em comunicado.

O presidente-executivo da Fiat, Sergio Marchionne, disse na terça-feira que não fechará fábricas na Itália apesar da retração do mercado doméstico, respondendo aos pedidos de sindicatos e políticos para explicar um grande plano de investimentos.

(Por Stefano Rebaudo)

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSFIATLEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.