Fiat estuda compra integral da Chrysler, dizem fontes

A Fiat estuda comprar a participação que ainda não possui na Chrysler para, posteriormente, lançar nos Estados Unidos uma oferta de ações da empresa combinada, disseram fontes com conhecimento do assunto nesta quarta-feira, 24.

Agencia Estado

24 de abril de 2013 | 14h32

O plano, que faria da Chrysler uma empresa aberta pela primeira vez desde 2007, seria uma mudança de direção para o executivo-chefe da Fiat, Sergio Marchionne, que tem dito que quer evitar uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

A opção de um IPO seria interessante porque a Fiat, e as montadoras de forma geral, necessitam de grandes quantias de capital. Uma oferta nos EUA criaria uma nova fonte de financiamento para a empresa italiana, segundo as fontes.

Não está claro ainda se a Fiat continuaria listada na Europa ou se a Chrysler seria listada separadamente ou junto à montadora italiana, disseram as fontes. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
FiatChrysler

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.