Fiat Industrial e CNH chegam a acordo sobre fusão

A fabricante italiana de máquinas e caminhões Fiat Industrial anunciou ter chegado a um acordo definitivo de fusão com a companhia de maquinário agrícola e de construção norte-americana CNH Global. A Fiat Industrial, que já detém cerca de 88% das ações da CNH, vai adquirir os 12% restantes em um negócio de cerca de US$ 1,48 bilhão. Com isso, a empresa pretende ter listagem em bolsa nos Estados Unidos e uma estrutura corporativa mais simples.

LETICIA PAKULSKI, Agencia Estado

27 de novembro de 2012 | 15h49

Na semana passada, a Fiat havia aumentado a proposta de compra da participação dos acionistas minoritários, acrescentando um dividendo especial em dinheiro de US$ 10 por ação à sua oferta inicial de 3,828 papeis da nova companhia para cada ação da CNH. Os acionistas da Fiat Industrial receberão uma ação da nova companhia para cada papel da empresa que detêm hoje.

O acordo irá consolidar dois dos principais negócios da Fiat Industrial - o de máquinas agrícolas e de construção da CNH e o de caminhões e motores da Iveco - em uma nova empresa, que ainda não tem nome escolhido. As ações da CNH são negociadas nos EUA, enquanto as Fiat Industrial operam em bolsas italianas. Os papeis da nova empresa serão negociados em Nova York, mas a Fiat disse que tentará listá-los também na Europa.

"Essa fusão representa a conclusão de um longo processo de simplificação e racionalização da estrutura de capital (da Fiat Industrial) e permitirá que acionistas de ambas (Fiat Industrial e CNH Global) tenham a oportunidade de participar nas perspectivas de crescimento", afirmou o presidente do Conselho de Administração da Fiat, Sergio Marchionne, em comunicado. O executivo disse ainda que a nova empresa terá maior acesso aos mercados de crédito do que a atual Fiat Industrial, que hoje funciona em grande parte como uma holding para a CNH e a Iveco. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
FiatCNHfusão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.