Fiat planeja obter controle majoritário da Chrysler em 10 dias, diz ‘WSJ’

Segundo o jornal norte-americano, empresa aumentou sua participação no Grupo Chrysler na semana passada, através de um investimento de US$ 1,3 bilhão

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

27 de maio de 2011 | 17h06

A Fiat disse que planeja exercer nos próximos dez dias sua opção para comprar uma participação de 6% que o Departamento do Tesouro dos EUA possui no Grupo Chrysler, o que dará à companhia italiana o controle majoritário da montadora norte-americana, reportou o Wall Street Journal.

A Fiat aumentou na semana passada sua participação no Grupo Chrysler através de um investimento de US$ 1,3 bilhão feito ao mesmo tempo em que a montadora norte-americana pagou empréstimos no valor de US$ 7,6 bilhões concedidos pelos governos dos EUA e do Canadá em 2009.

O preço pago pela participação do Tesouro na Chrysler será negociado nos próximos dias com base no valor da ação da montadora, afirmou a Fiat, segundo o jornal.

Se a montadora e o governo americano não chegarem a acordo sobre o a valor, a Fiat disse que será utilizada uma média dos valores mais próximos estimados e determinados por dois dos três bancos de investimento nomeados pela companhia e o Tesouro. O exercício da opção elevará a participação da Fiat na Chrysler para 52%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
fiatChryslerDepartamento do Tesouro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.