Divulgação/Fiat
Divulgação/Fiat

Fiat se despede do Uno após 37 anos e lança edição limitada Ciao

O veículo terá apenas 250 unidades e virá com atributos que marcaram a sua história no Brasil, como o ar-condicionado e o painel LCD

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de dezembro de 2021 | 17h38

A montadora Fiat anunciou nesta segunda-feira, 20, a chegada da edição limitada Uno Ciao, que terá 250 unidades. O lançamento marca o fim da produção do veículo após 37 anos.

O Uno começou a ser produzido em 1984, em Betim (MG), e sua primeira geração só chegou ao fim em 2013, sendo substituída pela versão com o design similar ao do Ciao. Durante a história, foram produzidas 4,3 milhões de unidades do Uno. 

A edição limitada do Uno será na cor preta, virá com rodas de liga leve e terá uma faixa lateral com a frase “La storia di una leggenda” — “a história de uma lenda”, em italiano. Por dentro, o veículo tem uma faixa no painel que mostra sua numeração, entre 001 e 250.

O Fiat Uno Ciao é equipado com todos os itens que constam em veículos completos da atualidade, incluindo airbag duplo, freios ABS. computador de bordo, quadro de instrumentos com tela LCD e cinto de três pontos e encosto para a cabeça em todos os assentos. O ar-condicionado, que fez sua estreia na linha Uno em 1994, também está presente no Ciao.

 

Tudo o que sabemos sobre:
FiatMinas Gerais [estado]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.