Tasso Marcelo/Estadão
Tasso Marcelo/Estadão

Fibria reverte lucro e registra prejuízo de R$ 92 mi no 4º trimestre

No ano de 2016, porém, lucro da exportadora de celulose cresceu 365%

Marcelle Gutierrez, O Estado de S.Paulo

30 de janeiro de 2017 | 22h31

A Fibria reverteu o lucro de R$ 910 milhões registrado no quarto trimestre de 2015 e anotou prejuízo de R$ 92 milhões no quarto trimestre de 2016. No terceiro trimestre de 2016, a exportadora de celulose também havia reportado lucro de R$ 32 milhões.

O resultado veio na contramão da expectativa de analistas, que projetavam um resultado positivo de R$ 178 milhões nos três meses encerrados em dezembro.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado foi de R$ 804 milhões, um recuo de 50% ante o mesmo período de 2015, mas avanço de 6% na comparação com o intervalo de julho a setembro de 2016. A margem Ebitda pro-forma, que exclui a venda de celulose proveniente do contrato com a Klabin, ficou em 36%, ante 54% no quarto trimestre de 2015 e 37% no terceiro trimestre de 2016.

De outubro a dezembro de 2016, a receita líquida somou R$ 2,534 bilhões, queda de 15% frente a igual período de 2015, mas avanço de 10% contra o intervalo de julho a setembro do ano passado.

No total, de janeiro a dezembro de 2016, o lucro líquido da Fibria atingiu R$ 1,664 bilhão, um crescimento de 365% na comparação com os R$ 357 milhões do ano anterior. O Ebitda ajustado acumulou R$ 3,742 bilhões, recuo de 30% frente a 2015. A margem Ebitda pro-forma no ano foi de 53% para 43%. A receita líquida no total do ano passado atingiu R$ 9,615 bilhões, queda de 5% contra 2015. 

Tudo o que sabemos sobre:
FibriaKlabin

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.