Fibria teria economia com inclusão no Reintegra

A Fibria deve economizar R$ 100 milhões por ano com uma eventual inclusão da produção de celulose no Regime Especial de Reintegração de Valores Tributários para as Empresas Exportadoras (Reintegra), disse o diretor de Finanças e Relações com Investidores, Guilherme Cavalcanti. O Reintegra é um programa do governo que oferece benefícios fiscais aos exportadores de produtos brasileiros.

ALTAMIRO SILVA JÚNIOR, CORRESPONDENTE, Agencia Estado

26 de novembro de 2012 | 15h57

No pacote de desoneração da folha de pagamentos, criado pelo governo para as empresas contratarem e investirem mais, a Fibria teria redução de custos. A estimativa do executivo é de que ela deva chegar a R$ 50 milhões em 2013 e mais o mesmo valor em 2014.

A fabricante de celulose faz nesta segunda-feira (26) em Wall Street o Fibria Day, apresentação para analistas e investidores na sede da Bolsa de Valores de Nova York (NYSE).

Tudo o que sabemos sobre:
FibriaeconomiaReintegra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.