Fitch afirma ratings da Invepar, com perspectiva estável

A agência de classificação de risco Fitch afirmou os ratings de probabilidade de inadimplência (IDRs, na sigla em inglês) em moeda estrangeira e local BB- e o rating nacional de longo prazo A(bra) da Invepar. A perspectiva dos ratings é estável.

CIRCE BONATELLI, Agencia Estado

26 de setembro de 2013 | 17h38

Em comunicado divulgado nesta quinta-feira, 26, a Fitch explicou que a afirmação das notas reflete o perfil sólido de negócios da companhia, que se baseia em sua diversificada carteira de ativos de baixo risco relacionados ao setor de infraestrutura do Brasil.

Segundo a agência, a afirmação dos ratings também leva em conta a comprovada capacidade de suporte financeiro dos seus principais acionistas: Previ, Funcef e Petros (os três maiores fundos de pensão brasileiros), com o Grupo OAS. Os ratings são limitados pela estrutura de capital altamente alavancada da empresa, devido a seu elevado nível de investimentos.

A Fitch observa que os principais ativos da Invepar são Linha Amarela (Lamsa), a Concessionária Auto Raposo Tavares (Cart), a Concessionária Litoral Norte (CLN) e a Via Parque Rimac (Rimac), todas companhias de concessões rodoviárias. Além destas, existem: Concessão Metroviária do Rio de Janeiro S.A. (Metrô Rio), o sistema de metrô da cidade do Rio de Janeiro; e a Concessionária Aeroporto Internacional de Guarulhos (GRU Airport).

A carteira da Invepar também inclui cinco joint ventures: Concessionária Bahia Norte S.A. (CBN), Concessionária Rota do Atlântico S.A. (CRA), Concessionária Via Rio S.A. (Via Rio), Concessionária VLT Carioca (VLT Carioca) e Concessionária Rio Teresópolis S.A. (CRT). A Invepar ainda detém uma companhia não operacional, Metrobarra S.A. (Metrobarra), cujo único ativo é a opção de compra referente ao contrato de concessão da linha 4 do metrô da cidade do Rio de Janeiro.

A Fitch afirma que os ratings da Invepar continuam refletindo a diversificada carteira do grupo no setor brasileiro de infraestrutura. Os ativos têm um histórico estável de operações, com melhora da geração de fluxo de caixa. Isto proporciona alto grau de previsibilidade dos resultados do fluxo de caixa futuro, na avaliação da agência.

Mais conteúdo sobre:
FitchInvepar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.