Fitch eleva perspectiva de rating da Eletrobrás para 'estável'

Em comunicado, agência de classificação de risco informou que a revisão da perspectiva reflete o 'crescente suporte' da União à estatal, por meio de garantias a novas emissões de dívida

Aluisio Alves, Reuters

05 Dezembro 2014 | 19h40

A agência de classificação de risco de crédito Fitch anunciou nesta sexta-feira ter elevado, de negativa para estável, a perspectiva para o rating de emissor "BB" da Eletrobrás.

"A revisão da perspectiva reflete o crescente suporte da República Federativa do Brasil à Eletrobras, por meio de garantias a novas emissões de dívida", justificou a agência, em comunicado.

O governo federal detém 51% do capital votante da Eletrobrás. Segundo a Fitch, em bases individuais, a nota da estatal de energia elétrica seria inferior, devido à sua ainda fraca geração consolidada de caixa operacional, ao elevado programa de investimentos e aos fracos indicadores de crédito.

No entanto, diz o documento, o grupo tem sido bem-sucedido na redução dos custos operacionais, e a indenização adicional pelas concessões de transmissão renovadas deverá acrescentar entre R$ 450 milhões e R$ 500 milhões por ano à sua geração de fluxo de caixa.

Mais conteúdo sobre:
ENERGIAELETROBRASFITCH*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.