Fitch eleva rating da Hypermarcas para BB+

A Fitch elevou os ratings da Hypermarcas de longo prazo em moeda estrangeira e local de BB para BB+, com perspectiva estável. A nota nacional de longo prazo e para a terceira emissão de debêntures, no valor de R$ 400 milhões, também foram alteradas, de A+ para AA.

MARCELLE GUTIERREZ, Agencia Estado

23 de setembro de 2013 | 20h02

As elevações dos ratings, segundo a Fitch, refletem a melhora da rentabilidade da companhia e dos indicadores de crédito em 2013 que, de acordo com a agência, devem permanecer ao longo de 2014. "Os ratings da Hypermarcas refletem sua posição de liderança no competitivo mercado brasileiro e a força e diversificação de suas marcas. As operações da companhia devem continuar sendo beneficiadas pelos fundamentos positivos, a longo prazo, do subpenetrado mercado de saúde brasileiro."

No que se refere ao exercício de 2013, a Fitch ressalta que a companhia foca a simplificação da plataforma operacional, a melhora da produtividade e a redução dos custos operacionais e despesas com vendas, administrativas e gerais. "Houve significativos avanços na consolidação das plataformas de fabricação e logística da divisão de Consumo, com a conclusão da nova planta em Senador Canedo e do Centro de Distribuição localizado em Goiânia, onde os custos de mão de obra são 30% mais baratos e a produtividade vem aumentando."

Uma ação negativa de rating poderia ser considerada pela Fitch em caso de aquisição financiada por dívida, deterioração no desempenho operacional, associada ao afastamento do histórico da companhia de manutenção de fortes patamares de liquidez. Já uma elevação pode ocorrer com forte geração de fluxo de caixa livre, permitindo redução da alavancagem total.

Tudo o que sabemos sobre:
FitchHypermarcas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.