Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Fitch muda critério e põe ativos de bancos brasileiros em revisão negativa

Emissões da Itaú Unibanco Holding, Banco Bradesco, Banco BMG e Banco Pine foram colocadas  em revisão

Ricardo Gozzi, da Agência Estado,

19 de dezembro de 2011 | 18h09

SÃO PAULO - Uma revisão dos critérios de atribuição de rating a ativos emitidos por bancos anunciada na semana passada pela agência de classificação de risco de crédito Fitch poderá levar a um corte na nota de emissões de títulos de capital híbrido e subordinadas elegíveis a capital regulatório, além de títulos semelhantes emitidos por instituições financeiras de vários países, inclusive do Brasil.

Por meio de nota, a Fitch informou ter colocado hoje em revisão negativa as emissões de US$ 1 bilhão em notas subordinadas com vencimento em 2020 e de US$ 1,25 bilhão com vencimento em 2021 da Itaú Unibanco Holding.

Na mesma nota, a Fitch informa ter colocado anteriormente em revisão negativa as seguintes emissões:

Itaú Unibanco Holding: US$ 500 milhões em notas subordinadas com vencimento em 2021;

Banco Bradesco: US$ 750 milhões em notas subordinadas com vencimento em 2019; US$ 1,1 bilhão em notas subordinadas com vencimento em 2021;

Banco BMG: US$ 250 milhões em notas subordinadas com vencimento em 2020; US$ 300 milhões em notas subordinadas com vencimento em 2019;

Banco Pine: US$ 125 milhões em notas subordinadas com vencimento em 2017.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
fitchbancoscritériosrevisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.