Fitch piora avaliação de GM e Chrysler

A Fitch Ratings reduziu nestaquarta-feira suas classificações de General Motor's e Chrysler.A agência de classificação de risco cita vendas mais fracas,preços de combustível elevados e perda de força da economia. A Fitch também informou que vai rever a classificação daFord nas próximas seis semanas, processo que pode resultar emredução de notas. A agência cortou as notas da GM e da Chrysler em um ponto,de "B" para "B-", seis níveis abaixo do grau de investimento. "O portfólio de produtos da GM continua desalinhado com ademanda do mercado", informou a Fitch. Um aumento na demanda por veículos mais eficientes emtermos de consumo de combustível tem prejudicado a posição demercado da GM e uma reestruturação adicional da companhia podeser necessário, informou a Fitch. A GM pode precisar levantar mais capital nos próximos 18meses para manter uma posição confortável de caixa de 12bilhões a 14 bilhões de dólares. Outra redução de classificação da GM pode acontecer se osrecursos da empresa caírem para abaixo dos 15 bilhões dedólares, informou a agência. Sobre a Chrysler, a Fitch citou ainda "aumento incessante"nos preços de commodities, principalmente do aço. (Por Walden Siew e Anastasija Johnson)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.