Fitch rebaixa rating do banco holandês Rabobank

Comunicado da agência diz que o Rabobank continua a ser um dos bancos com melhor qualidade de crédito, mas destaca os desafios da instituição, principalmente com o cenário de crise Europa

Renato Martins, da Agência Estado,

14 de dezembro de 2011 | 19h42

LONDRES - A Fitch Ratings rebaixou o rating de emissor de dívida de longo prazo do holandês Rabobank Group para AA, de AA+, com perspectiva estável; o rating de viabilidade do banco foi rebaixado para aa, de aa+; o rating da dívida de longo prazo da principal organização do grupo, a Cooperatieve Centrale Raiffeisen-Boerenleenbank BA, foi rebaixado para AA, de AA+.

Segundo a Fitch, "o rebaixamento reflete os desafios materiais, de mercado e fundamentais, diante de muitos bancos globalmente, particularmente na Europa, como destacado em relatório recente. As decisões sobre ratings foram tomadas no contexto de uma revisão mais ampla dos bancos europeus maiores e com ratings mais altos na carteira de ratings da Fitch.

O documento também diz que "o Rabobank continua a ser um dos bancos com melhor qualidade de crédito na carteira da Fitch e tem o rating de viabilidade mais alto entre todos os bancos comerciais classificados pela Fitch (...) Contudo, a restrição imposta pela mutualidade do banco sobre o tipo de capital que ele pode levantar em tempo de estresse traz uma certa preocupação, ao mesmo tempo que o banco tem um nível elevado de crédito no atacado, o que pode ser afetado por preocupações mais amplas do mercado".

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
fitchratingrabobank

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.