Fitch rebaixa Unicredit e coloca 7 bancos da Itália em revisão negativa

Ações ocorrem após agência ter colocado o rating italiano em revisão negativa na semana passada

Ricardo Gozzi, da Agência Estado,

20 de dezembro de 2011 | 16h29

LONDRES - A agência de classificação de risco de crédito Fitch rebaixou nesta terça-feira, 20, os ratings de longo prazo e de viabilidade do Unicredit de A para A-, ambos com perspectiva negativa. Por meio de nota, a Fitch informou ainda que outros sete bancos italianos tiveram a perspectiva de rating de longo prazo alterada de estável para negativa. São eles a Banca Monte dei Paschi di Siena, a Banca Popolare di Sondrio, o Banco di Desio e della Brianza, o Banco Popolare, a Iccrea Holding, a Intesa Sanpaolo e a Unione di Banche Italiane (UBI Banca).

As ações anunciadas hoje pela Fitch ocorrem depois de a agência ter colocado em revisão negativa o rating soberano da Itália.

Mais cedo, a agência informou o rebaixamento da perspectiva de quatro bancos da França e dois da Bélgica. Além disso, a Fitch também divulgou um comunicado no qual afirma que a escalada na crise da dívida na zona do euro desde julho gera um choque negativo significativo para a economia e o setor financeiro da região, com consequências adversas para os ratings soberanos do bloco.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
fitchitaliabancos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.