Fluxo cambial é positivo em US$ 988 mi em agosto até o dia 19

Saldo comercial do período é negativo em US$ 1,6 bilhão, resultado de exportações de US$ 8,2 bilhões e importações de US$ 9,9 bilhões

Fabio Graner e Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

23 de agosto de 2010 | 11h49

O fluxo cambial em agosto até a última quinta-feira, dia 19, é positivo em US$ 988 milhões, segundo informou o chefe do Departamento Econômico (Depec) do Banco Central, Altamir Lopes. O fluxo comercial, no período, é negativo em US$ 1,653 bilhão, resultado de exportações de US$ 8,233 bilhões e importações de US$ 9,886 bilhões.

O fluxo financeiro, por outro lado, é positivo em US$ 2,641 bilhões nos 19 primeiros dias deste mês, resultado de entrados de US$ 17,698 bilhões e saídas de US$ 15,057 bilhões. O chefe do Depec informou ainda que o BC adquiriu neste mês US$ 2,691 bilhões no mercado à vista.

O chefe do Depec informou ainda que a posição de câmbio dos bancos, que ao final de julho estava vendida em US$ 10,003 bilhões, voltou a se elevar e, até o dia 19 de agosto, estava vendida em US$ 11,986 bilhões.

Remessas

Lopes informou que as remessas de lucros e dividendos em agosto até hoje somam US$ 888 milhões. Ele ressaltou que, em todo o mês de agosto do ano passado, as remessas foram de US$ 1,895 bilhão, o que reforça o sinal visto em julho de uma certa desaceleração no ritmo das remessas. Altamir informou ainda que as despesas com juros neste mês até hoje somam US$ 512 milhões, volume próximo aos US$ 547 milhões registrados em todo o mês de agosto do ano passado.

Segundo Lopes, o déficit da conta de viagens internacionais é de US$ 584 milhões em agosto até hoje, resultado de receitas de US$ 325 milhões e despesas de US$ 909 milhões. O volume é maior do que o visto em todo o mês de agosto de 2009, quando o déficit em viagens tinha sido de R$ 460 milhões.

Ele informou também a parcial do mês para a conta de aluguel de equipamentos, que tem déficit de US$ 411 milhões em agosto até hoje. Essa conta de aluguel de equipamentos está relacionada ao volume de investimentos na economia brasileira, afirmou Lopes.

Bancos ficam 'vendidos'

Os bancos aumentaram a posição vendida no mercado cambial, segundo dados divulgados do Departamento Econômico do Banco Central. A posição vendida aumentou de US$ 10,003 bilhões observados no fim de julho para US$ 11,986 bilhões em 19 de agosto.

Lopes também informou que o fluxo cambial está positivo em US$ 988 milhões em agosto até o dia 19. Segundo ele, o ingresso da moeda continua sendo liderado pelo segmento financeiro, que registrou entrada de US$ 2,641 bilhões no período. No fluxo financeiro são registradas as operações para compra e venda de ações, títulos de renda fixa, investimento produtivo, empréstimos externos e remessa de lucros, entre outras transações. Nessa conta, foram registrados ingressos de US$ 17,698 bilhões e saídas de US$ 15,057 bilhões.

Na conta comercial, o saldo preliminar do mês de agosto é negativo em US$ 1,653 bilhão até o dia 19. O resultado negativo foi gerado pelas importações de US$ 9,886 bilhões, valor maior que os US$ 8,233 bilhões registrados nas exportações.

NOTÍCIA ATUALIZADA ÀS 12H28

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.